Rede de Bibliotecas Municipais de Oeiras

Vista normal Vista MARC Vista ISBD

Do Ernesto ao Che / Carlos "Calica" Ferrer ; pról. Alberto Granado

Autor principal: Ferrer, Carlos "Calica"Autor secundário: Granado, AlbertoIdioma: por ; da obra original, Espanhol.Publicação: Lisboa : Guerra & Paz, 2009Descrição: 207 p. : il.ISBN: 9789898174246.Coleção: O passado e o presenteResumo: A 7 de Julho de 1953, Ernesto Guevara, na altura com 25 anos, apanhou um comboio em Buenos Aires rumo à sua segunda e última viagem pela América Latina. Carlos Ferrer, o seu amigo e companheiro nesta viagem, relata pela primeira vez todas as aventuras desse marcante período que determinou a transformação do jovem Ernesto no comandante Che Guevara. Tal como na primeira viagem que fez com Alberto Granado (que viria a dar origem ao filme "Diários de Motocicleta"), também aqui Ernesto se confrontou com toda a beleza e sofrimento de um continente subjugado durante séculos. "O nome do acompanhante mudou, agora Alberto chama-se Calica; mas a viagem é a mesma: duas vontades dispersas estendendo-se pela América sem saber precisamente o que procuram nem onde está o norte", escreveu Guevara no seu diário de viagem. Os dois amigos percorrem a Bolívia, Peru e Equador, alternando o entusiasmo de viajantes e as brincadeiras juvenis com reveladoras descobertas acerca da realidade sociopolítica latino-americana, convertendo-se numa viagem de auto-descoberta que os mudará para sempre. O livro apresenta também fotos inéditas do álbum pessoal de Carlos Calica Ferrer que retratam a infância e adolescência dos dois amigos na cidade de Alta Gracia e a viagem que partilharam. «Considero o primeiro capítulo deste livro uma maravilhosa gravura que, em poucas páginas apenas, faz uma descrição exaustiva do lugar onde Ernesto viveu os seus primeiros anos e a influência que esse meio exerceu sobre a sua vida posterior. O segundo capítulo tem a virtude de alertar o leitor de que vai enfrentar uma leitura que, além de agradável, só lhe oferecerá o que foi realmente vivido pelo autor e pelo seu companheiro de viagem. Nesses parágrafos, descreve-se uma cena escrita pelo senhor Ernesto Guevara Lynch, o pai, e reproduzida em dezenas de biografias, em que Ernesto, o filho, exclama: "Aqui está um soldado da América." Outro escritor-testemunha, menos apegado à verdade, aproveitaria a frase como premonitória do futuro Che, mas Calica não ouviu essas palavras e, como não as ouviu, é isso que declara no seu relato, frisando bem a sua qualidade de testemunha fidedigna.».Assunto - Nome de pessoa: Guevara Che -- [Biografias] Lista(s) em que este item aparece: DESTAQUE - Cuba
Etiquetas desta biblioteca: Sem etiquetas desta biblioteca para este título. Iniciar sessão para acrescentar etiquetas.
    classificação média: 0.0 (0 votos)
Tipo de documento Localização Cota Estado Data de devolução Código de barras Reservas
Texto Texto Biblioteca Municipal de Carnaxide
Sala de Adultos - Não Ficção
PEN-POL POLI FER (Ver prateleira) Emprestado 26/10/2018 030155018
Total de reservas: 0

A 7 de Julho de 1953, Ernesto Guevara, na altura com 25 anos, apanhou um comboio em Buenos Aires rumo à sua segunda e última viagem pela América Latina. Carlos Ferrer, o seu amigo e companheiro nesta viagem, relata pela primeira vez todas as aventuras desse marcante período que determinou a transformação do jovem Ernesto no comandante Che Guevara. Tal como na primeira viagem que fez com Alberto Granado (que viria a dar origem ao filme "Diários de Motocicleta"), também aqui Ernesto se confrontou com toda a beleza e sofrimento de um continente subjugado durante séculos. "O nome do acompanhante mudou, agora Alberto chama-se Calica; mas a viagem é a mesma: duas vontades dispersas estendendo-se pela América sem saber precisamente o que procuram nem onde está o norte", escreveu Guevara no seu diário de viagem. Os dois amigos percorrem a Bolívia, Peru e Equador, alternando o entusiasmo de viajantes e as brincadeiras juvenis com reveladoras descobertas acerca da realidade sociopolítica latino-americana, convertendo-se numa viagem de auto-descoberta que os mudará para sempre. O livro apresenta também fotos inéditas do álbum pessoal de Carlos Calica Ferrer que retratam a infância e adolescência dos dois amigos na cidade de Alta Gracia e a viagem que partilharam. «Considero o primeiro capítulo deste livro uma maravilhosa gravura que, em poucas páginas apenas, faz uma descrição exaustiva do lugar onde Ernesto viveu os seus primeiros anos e a influência que esse meio exerceu sobre a sua vida posterior. O segundo capítulo tem a virtude de alertar o leitor de que vai enfrentar uma leitura que, além de agradável, só lhe oferecerá o que foi realmente vivido pelo autor e pelo seu companheiro de viagem. Nesses parágrafos, descreve-se uma cena escrita pelo senhor Ernesto Guevara Lynch, o pai, e reproduzida em dezenas de biografias, em que Ernesto, o filho, exclama: "Aqui está um soldado da América." Outro escritor-testemunha, menos apegado à verdade, aproveitaria a frase como premonitória do futuro Che, mas Calica não ouviu essas palavras e, como não as ouviu, é isso que declara no seu relato, frisando bem a sua qualidade de testemunha fidedigna.»

Não há comentários disponíveis sobre este título.

Entre na sua conta para publicar um comentário.

Clicar numa imagem para a ver no visualizador de imagens

© 2010-2018 Município de Oeiras

Certificação de Qualidade Câmara Municipal de Oeiras