Rede de Bibliotecas Municipais de Oeiras

Vista normal Vista MARC Vista ISBD

A rapariga que roubava livros / Markus Zusak ; trad. Manuela Madureira

Autor principal: Zusak, Markus, 1957- Autor secundário: Madureira, Manuela, TradutorIdioma: por.Menção da edição: 2ª ed.Publicação: Queluz de Baixo : Presença, 2008Descrição: 463 p.ISBN: 9789722339070.Coleção: Grandes Narrativas, 385Resumo: Quando a morte nos conta uma história temos todo o interesse em escutá-la. Assumindo o papel de narrador em "A Rapariga que Roubava Livros", vamos ao seu encontro na Alemanha, por ocasião da segunda guerra mundial, onde ela tem uma função muito activa na recolha de almas vítimas do conflito. E é por esta altura que se cruza pela segunda vez com Liesel, uma menina de nove anos de idade, entregue para adopção, que já tinha passado pelos olhos da morte no funeral do seu pequeno irmão. Foi aí que Liesel roubou o seu primeiro livro, o primeiro de muitos pelos quais se apaixonará e que a ajudarão a superar as dificuldades da vida, dando um sentido à sua existência. Quando o roubou, ainda não sabia ler, será com a ajuda do seu pai, um perfeito intérprete de acordeão que passará a saber percorrer o caminho das letras, exorcizando fantasmas do passado. Ao longo dos anos, Liesel continuará a dedicar-se à prática de roubar livros e a encontrar-se com a morte, que irá sempre utilizar um registo pouco sentimental embora humano e poético, atraindo a atenção de quem a lê para cada frase, cada sentido, cada palavra. Um livro soberbo que prima pela originalidade e que nos devolve um outro olhar sobre os dias da guerra no coração da Alemanha e acima de tudo pelo amor à literatura. Este livro foi nomeado para o Commonwealth Writers Prize em 2006. No mesmo ano, foi finalista do prémio atribuído anualmente pelos livreiros australianos, e finalista em duas categorias dos prémios da indústria livreira na Austrália. Venceu o Kathleen Mitchell Award, prémio de mérito atribuído a jovens escritores. .Audiência: ADOLESCENTE.Assunto - Nome comum: Segunda Guerra Mundial, 1939-1945 -- Romances históricos estrangeiros Autores australianos -- [Literatura para adolescentes] Lista(s) em que este item aparece: Literatura JÁ! (Jovens Adultos)
Etiquetas desta biblioteca: Sem etiquetas desta biblioteca para este título. Iniciar sessão para acrescentar etiquetas.
    classificação média: 4.0 (1 votos)
Tipo de documento Localização Cota Estado Notas Data de devolução Código de barras Reservas
Texto Texto Biblioteca Municipal de Algés
Sala de Adultos - Ficção
JA-ROM ROM-EST ZUS (Ver prateleira) Disponível 19ª ed. 2015 020190308
Texto Texto Biblioteca Municipal de Carnaxide
Sala de Adultos - Ficção
JA-ROM ROM-EST ZUS (Ver prateleira) Disponível 19ª ed. 2015 030190409
Texto Texto Biblioteca Municipal de Oeiras
Sala de Adultos - Ficção
JA-ROM ROM-EST ZUS (Ver prateleira) Disponível 19ª ed, 2015 010190246
Texto Texto Biblioteca Municipal de Oeiras
Depósito Oeiras
DEP 27080 (Ver prateleira) Emprestado 20/11/2018 010144944
Total de reservas: 0

The book thief

Quando a morte nos conta uma história temos todo o interesse em escutá-la. Assumindo o papel de narrador em "A Rapariga que Roubava Livros", vamos ao seu encontro na Alemanha, por ocasião da segunda guerra mundial, onde ela tem uma função muito activa na recolha de almas vítimas do conflito. E é por esta altura que se cruza pela segunda vez com Liesel, uma menina de nove anos de idade, entregue para adopção, que já tinha passado pelos olhos da morte no funeral do seu pequeno irmão. Foi aí que Liesel roubou o seu primeiro livro, o primeiro de muitos pelos quais se apaixonará e que a ajudarão a superar as dificuldades da vida, dando um sentido à sua existência. Quando o roubou, ainda não sabia ler, será com a ajuda do seu pai, um perfeito intérprete de acordeão que passará a saber percorrer o caminho das letras, exorcizando fantasmas do passado. Ao longo dos anos, Liesel continuará a dedicar-se à prática de roubar livros e a encontrar-se com a morte, que irá sempre utilizar um registo pouco sentimental embora humano e poético, atraindo a atenção de quem a lê para cada frase, cada sentido, cada palavra.

Um livro soberbo que prima pela originalidade e que nos devolve um outro olhar sobre os dias da guerra no coração da Alemanha e acima de tudo pelo amor à literatura.


Este livro foi nomeado para o Commonwealth Writers Prize em 2006. No mesmo ano, foi finalista do prémio atribuído anualmente pelos livreiros australianos, e finalista em duas categorias dos prémios da indústria livreira na Austrália. Venceu o Kathleen Mitchell Award, prémio de mérito atribuído a jovens escritores.

ADOLESCENTE

Não há comentários disponíveis sobre este título.

Entre na sua conta para publicar um comentário.

Clicar numa imagem para a ver no visualizador de imagens

© 2010-2018 Município de Oeiras

Certificação de Qualidade Câmara Municipal de Oeiras