Rede de Bibliotecas Municipais de Oeiras

Normal view MARC view ISBD view

ABC de Castro Alves : louvação / Jorge Amado.

Main Author: Amado, Jorge, 1912-2001.Language: por..Publication: Mem Martins : Europa-América, 1971.Description: 333 p. ; 21 cm.Series: Obras de Jorge Amado, 5.Abstract: “SENTA-TE aqui ao meu lado, amiga, e eu te contarei uma história. Faz tempo que não te conto uma história na beira deste cais. A noite está cheia de estrelas, são homens valentes que morreram. Senta-te aqui, dá-me a tua mão, vou-te contar a história de um homem valente. Vês aquela estrela lá longe, mais além do navio fundeado, mais além do forte velho, da sombra das ilhas? Deve ser ele iluminando o céu da Bahia. Não sei se será bem uma história o que te vou contar. Talvez seja uma louvação talvez seja um ABC. Um ABC, negra, como aquele de Lucas da Feira: «Fui preso para a Bahia fizeram grande função. Mas eu desci a cavalo E os guardas de pés no chão.» Lampião teve o seu ABC, num ABC foi cantada Maria Bonita, que cortou o sertão com o seu homem e por ele deu a cabeça bem próximo a Propriá.” .Audience: ADULTO.Subject - Topical Name: Literatura em língua portuguesa -- Autores brasileiros List(s) this item appears in: Livros que Abril Libertou
Tags from this library: No tags from this library for this title. Log in to add tags.
    average rating: 0.0 (0 votes)
Item type Current location Call number Status Date due Barcode Item holds
Texto Texto Biblioteca Municipal de Oeiras
Depósito Oeiras
DEP 4787 (Browse shelf) Available 010006542
Total holds: 0

“SENTA-TE aqui ao meu lado, amiga, e eu te contarei uma história. Faz tempo que não te conto uma história na beira deste cais. A noite está cheia de estrelas, são homens valentes que morreram. Senta-te aqui, dá-me a tua mão, vou-te contar a história de um homem valente. Vês aquela estrela lá longe, mais além do navio fundeado, mais além do forte velho, da sombra das ilhas? Deve ser ele iluminando o céu da Bahia. Não sei se será bem uma história o que te vou contar. Talvez seja uma louvação talvez seja um ABC.
Um ABC, negra, como aquele de Lucas da Feira:


«Fui preso para a Bahia
fizeram grande função.
Mas eu desci a cavalo
E os guardas de pés no chão.»

Lampião teve o seu ABC, num ABC foi cantada Maria Bonita, que cortou o sertão com o seu homem e por ele deu a cabeça bem próximo a Propriá.”

ADULTO

There are no comments for this item.

Log in to your account to post a comment.

Click on an image to view it in the image viewer

© 2010-2019 Município de Oeiras

Certificação de Qualidade Câmara Municipal de Oeiras
//