Rede de Bibliotecas Municipais de Oeiras

Normal view MARC view ISBD view

Antologia de poesia portuguesa erotica e satirica : (dos cancioneiros mediavais à actualidade) / sel., pref., notas Natália Correia.

Secondary Author: Correia, Natália, 1923-1993Language: por..Edition Statement: 3ª ed.Publication: Lisboa : Antigona : Frenesi, 1999.Description: 485,[10] p. ; 19 cm.Abstract: À data da sua primeira publicação em 1965, a "Antologia de Poesia Portuguesa Erótica e Satírica" foi apreendida pelo Estado Novo, e muitos dos seus autores ainda vivos levados a julgamento e condenados. Este volume reúne uma coleção notável de literatura erótica portuguesa, desde os poetas medievais, ao Abade de Jazente, Filinto Elísio, Tolentino, Camões, Antero, Gomes Leal, Cesário, Nobre, Pessoa, Sá-Carneiro, Sena, Eugénio de Andrade, Cesariny ou Herberto Helder. Como escrevia David Mourão Ferreira: "Não ter medo das palavras e não recear as realidades que elas exprimem, é, sobretudo, evitar o trânsito pelo consultório do psiquiatra. Os maiores dos nossos poetas conheceram, desde sempre, essa forma terapêutica"..Audience: ADULTO.Subject - Topical Name: 13142 | 13809 List(s) this item appears in: Livros que Abril Libertou
Tags from this library: No tags from this library for this title. Log in to add tags.
    average rating: 0.0 (0 votes)
Item type Current location Call number Status Date due Barcode Item holds
Texto Texto Biblioteca Municipal de Algés
Sala de Adultos - Ficção
POE POE-POR ANT (Browse shelf) UTIL.INTERNA 020078537
Texto Texto Biblioteca Municipal de Algés
Sala de Adultos - Ficção
ERO ERO-POR ANT (Browse shelf) Checked out 25/11/2019 010082299
Total holds: 0

3ª tiragem Ano 2000.

Epithalamium fragmento.

À data da sua primeira publicação em 1965, a "Antologia de Poesia Portuguesa Erótica e Satírica" foi apreendida pelo Estado Novo, e muitos dos seus autores ainda vivos levados a julgamento e condenados. Este volume reúne uma coleção notável de literatura erótica portuguesa, desde os poetas medievais, ao Abade de Jazente, Filinto Elísio, Tolentino, Camões, Antero, Gomes Leal, Cesário, Nobre, Pessoa, Sá-Carneiro, Sena, Eugénio de Andrade, Cesariny ou Herberto Helder. Como escrevia David Mourão Ferreira: "Não ter medo das palavras e não recear as realidades que elas exprimem, é, sobretudo, evitar o trânsito pelo consultório do psiquiatra. Os maiores dos nossos poetas conheceram, desde sempre, essa forma terapêutica".

ADULTO

There are no comments for this item.

Log in to your account to post a comment.

Click on an image to view it in the image viewer

© 2010-2019 Município de Oeiras

Certificação de Qualidade Câmara Municipal de Oeiras
//