Rede de Bibliotecas Municipais de Oeiras

Normal view MARC view ISBD view

3096 dias / Natascha Kampusch, com Heike Gronemeier e Corinna Milborn ; trad. Fátima Freire de Andrade

Main Author: Kampusch, Natascha, 1988-Coauthor: Co-autor, Gronemeier, Heike;Co-autor, Milborn, CorinnaSecondary Author: Tradutor, Andrade, Fátima Freire deLanguage: por.Country: Portugal.Publication: Alfragide : Asa, 2011Description: 229 p.ISBN: 9789892310831.Abstract: Um dos raptos mais longos da história. Um relato arrepiante e corajoso. Uma história de triunfo do espírito humano. «Sê mais forte. Não desistas. Nunca, nunca desistas.» Estas são palavras que Natascha escreveu, sozinha na cave em que esteve aprisionada durante mais de oito anos. São a prova do seu espírito inquebrável, da coragem que a manteve viva mesmo quando o seu corpo ameaçava sucumbir. No dia 2 de Março de 1998, Natascha Kampusch, de dez anos, tinha alcançado uma grande vitória: convencera finalmente a mãe a deixá-la ir sozinha para a escola. Queria ser mais independente, conquistar a liberdade possível a uma criança. Aguardava-a a mais sinistra das ironias... Ao volante de uma carrinha branca, Wolfgang Priklopil escolheu-a como vítima. Algumas horas e quilómetros depois, estava deitada no chão frio de uma cave, enrolada num cobertor. Quando emergiu do cativeiro em 2006, tendo sofrido um dos mais longos raptos da história recente, a sua infância tinha terminado há muito.Subject - Personal Name: Kampusch, Natascha, 1988-, Cativeiro, [Testemunhos] List(s) this item appears in: Ebooks das Bibliotecas Municipais de Oeiras
Tags from this library: No tags from this library for this title. Log in to add tags.
    average rating: 0.0 (0 votes)
Item type Current location Call number Status Date due Barcode Item holds
Texto Texto Biblioteca Municipal de Oeiras
Sala de Adultos
OUT-GEN OUT-GEN-EST KAM (Browse shelf) Checked out 25/11/2019 010185836
Total holds: 0

Um dos raptos mais longos da história. Um relato arrepiante e corajoso. Uma história de triunfo do espírito humano. «Sê mais forte. Não desistas. Nunca, nunca desistas.» Estas são palavras que Natascha escreveu, sozinha na cave em que esteve aprisionada durante mais de oito anos. São a prova do seu espírito inquebrável, da coragem que a manteve viva mesmo quando o seu corpo ameaçava sucumbir. No dia 2 de Março de 1998, Natascha Kampusch, de dez anos, tinha alcançado uma grande vitória: convencera finalmente a mãe a deixá-la ir sozinha para a escola. Queria ser mais independente, conquistar a liberdade possível a uma criança. Aguardava-a a mais sinistra das ironias... Ao volante de uma carrinha branca, Wolfgang Priklopil escolheu-a como vítima. Algumas horas e quilómetros depois, estava deitada no chão frio de uma cave, enrolada num cobertor. Quando emergiu do cativeiro em 2006, tendo sofrido um dos mais longos raptos da história recente, a sua infância tinha terminado há muito

There are no comments for this item.

Log in to your account to post a comment.

Click on an image to view it in the image viewer

© 2010-2019 Município de Oeiras

Certificação de Qualidade Câmara Municipal de Oeiras
//