Rede de Bibliotecas Municipais de Oeiras

Normal view MARC view ISBD view

Dialogues / Jean-Jacques Rousseau.

Main Author: Rousseau, Jean-Jacques, 1712-1778.Language: por .Publication: A Londres : [s. n.], 1782.Description: 2 v. ; 13 cm.Abstract: Rousseau, juge de Jean-Jacques, muitas vezes chamada os Diálogos, é uma obra autobiográfica do escritor e filósofo Jean-Jacques Rousseau (1712-1778) sob a forma de três diálogos entre o Autor e um Francês a propósito da obra daquele pensador. Por terem sido proibidas, pelo chefe da policia Sartine, as leituras privadas da sua obra intitulada as Confissões, Rousseau imaginou uma forma de apologia que são os Diálogos. O desdobramento Rousseau / Jean-Jacques abre um tempo de dialética: o autêntico Rousseau que o autor se esforça por apresentar, o falso Rousseau criado pelos seu inimigos. Este livro é indissociável da ideia de conspiração tomada como hipótese e logo como aposta da própria existência de uma conspiração. No terceiro e último diálogo o Francês, que entretanto leu as obras de Rousseau, reconhece a maldade da conspiração .Subject - Topical Name: Literatura -- Diálogos Online Resources:Clique no seguinte para: | Clique no seguinte para: List(s) this item appears in: Memórias de Oeiras
Tags from this library: No tags from this library for this title. Log in to add tags.
    average rating: 0.0 (0 votes)
Item type Current location Collection Call number Status Date due Barcode Item holds
Texto Texto Biblioteca Municipal de Oeiras
Reservados
Colecção Archer de Lima AL 3275 (Browse shelf) DIGITALIZADO (Acesso restrito) 018003275
Texto Texto Biblioteca Municipal de Oeiras
Reservados
Colecção Archer de Lima AL 3276 (Browse shelf) DIGITALIZADO (Acesso restrito) 018003276
Total holds: 0

Encadernação inteira forrada a tecido.

Rousseau, juge de Jean-Jacques, muitas vezes chamada os Diálogos, é uma obra autobiográfica do escritor e filósofo Jean-Jacques Rousseau (1712-1778) sob a forma de três diálogos entre o Autor e um Francês a propósito da obra daquele pensador.
Por terem sido proibidas, pelo chefe da policia Sartine, as leituras privadas da sua obra intitulada as Confissões, Rousseau imaginou uma forma de apologia que são os Diálogos. O desdobramento Rousseau / Jean-Jacques abre um tempo de dialética: o autêntico Rousseau que o autor se esforça por apresentar, o falso Rousseau criado pelos seu inimigos. Este livro é indissociável da ideia de conspiração tomada como hipótese e logo como aposta da própria existência de uma conspiração. No terceiro e último diálogo o Francês, que entretanto leu as obras de Rousseau, reconhece a maldade da conspiração

There are no comments for this item.

Log in to your account to post a comment.

Click on an image to view it in the image viewer

© 2010-2018 Município de Oeiras

Certificação de Qualidade Câmara Municipal de Oeiras
//