Rede de Bibliotecas Municipais de Oeiras

Normal view MARC view ISBD view

Amor à 1ª vista / Domingos Amaral.

Main Author: Amaral, Domingos, 1967- Language: por..Edition Statement: 6ª ed.Publication: Alfragide : Casa das Letras, 2009.Description: 248 p.ISBN: 9789724618999.Abstract: Excerto «Ela era famosa, ela era conhecida, ela era bonita, ela tinha um corpo magnífico. Porque não aproveitar aquele momento em qu e podiam estar perto dela e vê-la? Vê-la ao vivo, não como nos outros dias, mas vê-la mesmo ali ao lado deles, a dançar, encostada a o balcão e falar com ele, ou mesmo a caminho de algum lado. A deslizar, como ele dizia que andava. Raquel era «alguém», era uma «per sonagem», uma menina que o país adorava ver, todas as Quartas-feiras à noite, depois da telenovela. A televisão faz isto às pessoas. Torna-as impossíveis, pensou ele. Impossíveis para os outros. Odiava ser namorado dale, pensou. Adorava ser namorado dela, pensou.» «Amor à Primeira Vista compromete-nos a todos - os que lemos jornais, vemos concursos de televisão, assistimos ao jogo e à corrupção na vida política. À primeira vista, de facto, trata-se de um thriller - onde são visíveis os traços de Portuga l contemporâneo apreciados e comentados por personagens que vivem ao nosso lado. Uma apresentadora de televisão (que o leitor até po de identificar...) é o primeiro sinal de que estamos diante de um chamado efeito real. Depois seguem-se jornalistas, ministros e até falsificadores negociantes de arte.» Filipa Melo, Ler.
Tags from this library: No tags from this library for this title. Log in to add tags.
    average rating: 0.0 (0 votes)
Item type Current location Call number Status Date due Barcode Item holds
Texto Texto Biblioteca Municipal de Algés
Sala de Adultos - Ficção
ROM ROM-POR AMA (Browse shelf) Checked out 12/09/2019 020164378
Texto Texto Biblioteca Municipal de Oeiras
Sala de Adultos - Ficção
ROM ROM-POR AMA (Browse shelf) Checked out 14/10/2019 010172459
Total holds: 0

Excerto «Ela era famosa, ela era conhecida, ela era bonita, ela tinha um corpo magnífico. Porque não aproveitar aquele momento em qu e podiam estar perto dela e vê-la? Vê-la ao vivo, não como nos outros dias, mas vê-la mesmo ali ao lado deles, a dançar, encostada a o balcão e falar com ele, ou mesmo a caminho de algum lado. A deslizar, como ele dizia que andava. Raquel era «alguém», era uma «per sonagem», uma menina que o país adorava ver, todas as Quartas-feiras à noite, depois da telenovela. A televisão faz isto às pessoas. Torna-as impossíveis, pensou ele. Impossíveis para os outros. Odiava ser namorado dale, pensou. Adorava ser namorado dela, pensou.» «Amor à Primeira Vista compromete-nos a todos - os que lemos jornais, vemos concursos de televisão, assistimos ao jogo e à corrupção na vida política. À primeira vista, de facto, trata-se de um thriller - onde são visíveis os traços de Portuga l contemporâneo apreciados e comentados por personagens que vivem ao nosso lado. Uma apresentadora de televisão (que o leitor até po de identificar...) é o primeiro sinal de que estamos diante de um chamado efeito real. Depois seguem-se jornalistas, ministros e até falsificadores negociantes de arte.» Filipa Melo, Ler

There are no comments for this item.

Log in to your account to post a comment.

Click on an image to view it in the image viewer

© 2010-2019 Município de Oeiras

Certificação de Qualidade Câmara Municipal de Oeiras
//